Curiosidades Archives - Blog PastrinhoBlog Pastrinho

Inovações para o Transporte

Blog Pastrinho


Arquivo
Curiosidades

size_960_16_9_pa-eolica4

São Paulo – No mundo da energia eólica, a experiência mostra que, em geral, quanto maior, melhor. Nos últimos 30 anos, as turbinas eólicas e suas hélices mais do que quadruplicaram de tamanho, passando a entregar mais energia limpa e renovável a custos menores. Com uma expansão que não dá sinal de trégua, a indústria eólica se supera novamente.

A fabricante de turbinas offshore Adwen e a fornecedora de hélices LM Wind Power revelaram neste mês a maior pá eólica do mundo: um colosso de 88,4 metros de altura, o equivalente a um prédio de 30 andares. A primeira destas enormes pás foi produzida na fábrica da LM Wind Power na Dinamarca e passará por testes.

Ela foi projetada para os modelos de turbina eólica AD 8-180, da Adwen, uma das maiores do mundo, com 8 MW de capacidade nominal e 180 metros de diâmetro do rotor.

Grosso modo, quanto mais longa a pá, maior o contato com os ventos mais fortes e persistentes que ficam mais alto na atmosfera. E quanto maior a área para o vento “empurrar”, mais força e poder rotacional, e maior geração de energia.

“Quando você está construindo a maior turbina eólica do mundo, quase tudo que você faz é um desafio sem precedentes. Estamos indo aonde ninguém jamais foi antes, empurrando todas as fronteiras conhecidas na indústria”, disse Luis Álvarez, gerente geral da Adwen, em informe da empresa.

É certo que a expansão da energia eólica promete grandes surpresas (literalmente) para o futuro. Mas algumas delas podem revolucionar o setor. A empresa espanhola Vortex Bladeless, por exemplo, está trabalhando com um conceito de um aerogerador que dispensa as gigantes pás, sendo constituído por pilares que se movimentam para a frente e para trás com a passagem do vento.

Tópicos: Energia, Energia eólica, Infraestrutura, Meio ambiente, Sustentabilidade

Fonte: exame.abril.com.br

anttmaquete

Santa Catarina terá o primeiro ponto de parada e descanso voltado especialmente para caminhoneiros do Brasil. A ideia é oferecer diversos serviços aos motoristas, principalmente àqueles que transportam cargas perigosas.

A parada será construída no km 145 da BR-116 em Santa Cecília, no Oeste. O projeto foi apresentado na sede da Agência Nacional de Transportes Terrestre (ANTT) na quarta-feira (28).

A área para a parada já está escolhida e a obra deve começar em 120 dias. O presidente da Federação das Empresas de Transportes de Cargas e Logística no Estado de Santa Catarina (Fetrances) acredita que tudo esteja pronto em novembro de 2016.

Objetivo é oferecer aos caminhoneiros serviços como odontologia, fisioterapia, atendimento nutricional, palestras, local de descanso e espaço para refeição, informou o presidente da (Fetrancesc).

Também haverá vagas para 120 caminhões e a possibilidade de se fazer a troca de carga de materiais perigosos.

O projeto é pioneiro, segundo o governo. “Marca o primeiro evento concreto nesse processo de pontos de parada no Brasil”, disse o secretário de Política Nacional de Transportes do Ministério dos Transportes, Herbert Drummond.

Origem da ideia:

A ideia da parada exclusiva surgiu há cinco anos em uma parceria entre a Fetrancesc e a concessionário da BR-116. “Surgiu pela necessidade”, disse o presidente da federação. No mês passado, uma série de reportagens mostrou que a pressão por cumprimento de prazos leva muitos caminhoneiros a usarem drogas.

Segundo a ANTT, um dos objetivos do projeto também é atender a lei nº 13.103/2015, conhecida como lei dos caminhoneiros, que trata da jornada de trabalho e o descanso do motorista de caminhão.

O diretor-geral da ANTT, Jorge Bastos, disse que o projeto é um ponto de partida: “Daqui para frente os projetos que a ANTT vai aprovar nas concessionárias deverão seguir esse padrão”.

Fonte: www.midiatruckbrasil.com

É o que informa a Autopista Régis Bittencourt, que administra o trecho da BR-116 entre São Paulo e Curitiba. De acordo com a concessionária essas medidas visam garantir a trafegabilidade na Rodovia, visto que há previsão de alto fluxo de veículos nesses dias. Confira abaixo os dias com restrição:

Alertamos que as restrições acima entram em contradição com as restrições fixadas pelo Anexo I da PORTARIA Nº 12, DE 26 DE MARÇO DE 2015 da PRF, que dispõe sobre a restrição do trânsito de Combinações de Veículos de Carga e demais veículos portadores de AET em rodovias federais nos feriados do ano de 2015, conforme abaixo:

anexoI_prf2015

Fonte: http://www.guiadotrc.com.br/

Exint

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira, 1º, um projeto de lei que concede anistia aos motoristas multados pela falta de extintor de incêndio ou pelo uso de equipamento vencido. O texto foi aprovado com uma emenda que torna a anistia válida a partir de 1º de janeiro de 2015.

O projeto prevê ainda que os Estados devem ressarcir, em até três meses da publicação da lei, todos os condutores que tiverem efetuado o pagamento da infração, com reajuste feito pela taxa Selic, hoje em 14,25% ao ano. O ressarcimento, de acordo com o texto, pode ser feito por meio de créditos aos condutores ou na forma de abatimento de multas e de tributos em atraso.

O deputado Mendonça Filho (DEM-PE), autor da medida, diz que a anistia “pretende fazer justiça aos condutores de veículos automotores penalizados por determinação pretérita e equivocada do Contran (Conselho Nacional de Trânsito)”. “Tal obrigatoriedade apenas onerou os motoristas brasileiros que se viram forçados a adquirir um equipamento que nunca apresentou resultados satisfatórios”, diz Mendonça, que chama de “trapachada” as diversas decisões do Contran a respeito da obrigatoriedade ou não do dispositivo.

No último dia 17, o Contran anunciou que o uso de extintor de incêndio em veículos de passeio passou a ser optativo no Brasil. A decisão foi tomada com base em uma série fatores, mas o que mais pesou foi que os fabricantes de extintores disseram que seria necessário de 3 a 4 anos para atender a demanda pelo dispositivo do tipo ABC.

Para veículos de transporte comercial de passageiros, como ônibus, micro-ônibus, caminhões, caminhões-tratores e também para o transporte de produtos inflamáveis, líquidos e gasosos, o uso do dispositivo continua obrigatório. Em caso de extintor fora da validade ou sem, o motorista será punido com cinco pontos na CNH e multa de R$ 127,69.

A obrigatoriedade de extintores do tipo ABC em veículos de passeio, substituindo o do tipo BC, foi anunciada em dezembro do ano passado para passar a valer em todos os veículos a partir de 1º de janeiro de 2015.

No dia 5 de janeiro, pela falta de extintores no mercado para substituição, o governo divulgou uma nova nota, que adiou a exigência para março. Em 25 de março, uma nova prorrogação ocorreu, levando a obrigatoriedade para julho. Antes da data – em junho – houve nova postergação do uso para outubro, até que finalmente caiu com a decisão do mês passado.

Fonte: http://economia.uol.com.br/

DSC_0034

A Industria Metalúrgica Pastre é finalista em um dos prêmios mais importantes e disputados do segmento automotivo no Brasil: o Prêmio Autodata 2015. A empresa foi indicada para a categoria de Produtora de Implementos Rodoviários, sendo que a divulgação da vencedora será anunciada no mês de novembro.

O Prêmio AutoData, um dos reconhecimentos mais importantes e disputados da indústria automotiva brasileira, chega neste ano à sua décima-quinta edição. O corpo de jornalistas da AutoData Editora escolheu na terça-feira, 7, aqueles que foram eleitos como Os Melhores do Setor Automotivo 2015. Entraram para o seleto rol de escolhidos 51 empresas em 21 categorias, além de quatro executivos em Personalidade do Ano e mais dezenove veículos, em suas categorias respectivas.

Esta é considerada a primeira fase da premiação, também conhecida como o Oscar do setor automotivo nacional. A partir de agora estes concorrerão, em segunda etapa, ao reconhecimento máximo do Prêmio AutoData 2015, por meio de voto direto dos assinantes da revista AutoData e da Agência AutoData de Notícias, bem como dos participantes do Congresso AutoData Perspectivas 2016, que ocorrerá em 20 e 21 de outubro.

Safety truck samsung

Na Argentina, uma pessoa morre em acidente de carro por hora, de acordo com dados apresentados pela Samsung. E a maioria dessas mortes acontece em estradas, quando motoristas tentam realizar ultrapassagem, afirma a empresa. Motivada a salvar vidas, a companhia coreana instalou uma tecnologia para instalar em caminhões próprios, criando o chamado “Samsung Safety Truck” (caminhão de segurança Samsung, em tradução livre).

Trata-se de um veículo de carga equipado com uma câmera na parte frontal, que se conecta a quatro telas instaladas nas portas de trás do caminhão por meio de um sistema sem-fio. Assim, os painéis transmitem em tempo real a motoristas que estejam atrás o que acontece na estrada à frente do caminhão, o que facilita a ultrapassagem.

A câmera dos veículos também possuem tecnologia de visão noturna, para que motoristas atrás do caminhão também possam enxergar o que vem na estrada à noite. Confira abaixo o vídeo de apresentação produzido pela Samsung:

Imagem de Amostra do You Tube

A tecnologia foi desenvolvida em parceria com a empresa argentina de tecnologia Ingematica. Por enquanto, não foi divulgado se os recursos serão aplicados em outros países onde a Samsung atua.

 

Fonte: Caminhões e Carretas

caminhao-100-castelo-branco

Acontece, entre os dias 19 e 20 de março, das 10hrs às 16hrs, na Rodovia Castello Branco, km 57, no sentido São Paulo, o projeto “Caminhão 100%” que ofecere uma vistoria e análise técnica e de segurança para os caminhões que trafegam pelas estradas.

Na Rodovia Dutra, a checagem gratuita acontecerá, nos dias 26 e 27 de fevereiro, no Posto Graal Embaixador – Rodovia Presidente Dutra, km 299 – Pista Sul – Resende/RJ.

A intenção do GMA – Grupo de Manutenção Automotiva – é de poder avaliar a condição em que os caminhões estão, e assim, poderem auxiliar e alertar os carreteiros sobre a condição de seus veículos.

As avaliações gratuitas do Caminhão 100% também permitem a checagem de itens do motor para identificar vazamentos (medição de emissão de gases, cubos de rodas, nível e qualidade dos fluidos de freio e embreagem), além de faróis, lanternas, piscas, iluminação de placa e interna, limpador de pára-brisa, extintor de incêndio, pneus e buzina.

Fonte: Frota&Cia

pastre-blog-miniaturas-rc-scania_carreta_3_eixos_940x532

Quem pensa que brinquedo é um hobby apenas das crianças está enganado. Existem brinquedos muito sofisticados e que são verdadeiras máquinas de entreter adultos, e este é o caso das miniaturas que são mais acessíveis, econômicas e não menos empolgantes do que os veículos em escala real.

Pensando nisso, Emílio Campi Neto, um entusiasta de utilitários fez dessa paixão um negócio. Ele comercializa e faz testes em pistas reais com esses veículos. E o melhor, ele compartilha essa experiência com seus clientes promovendo encontros anuais, possibilitando a todos colocar os seus veículos a prova em todas as circunstâncias.

Para tanto, o comerciante importa os veículos em forma de kits e, posteriormente, os modifica e os personaliza. Como as miniaturas são feitas para rodar em pista, Emílio então os transforma em modelos off-roads, substituindo as peças originais por modelos mais resistentes a impactos.

Os veículos são divididos por escala de 1/10 nas versões 4×4 e utilitários, e 1/14 nos caminhões.

O realismo dos modelos impressiona e todos os automodelos podem ser adaptados para reproduzir sons de motor e buzina. Faróis e lanternas também podem se tornar funcionais, tudo varia de acordo com o desejo do cliente. Os preços partem de R$ 2 000, mas há modelos que podem chegar a R$ 16 000.

Emílio garante que os veículos são resistentes, e que se bem cuidados, duram anos. O melhor é que as peças avariadas podem ser facilmente substituídas, até mesmo pelos seus donos. Todos os modelos são movidos à bateria.

Este ano, Emílio afirma que o 3º encontro deve acontecer em setembro. Mais informações no site: http://ecampi.com

Veja um vídeo sobre estes off-roads:

Imagem de Amostra do You Tube

Fonte: Transporte Online

Durante os meses de novembro e dezembro de 2014 a Pastre desenvolveu e implantou, através do seu departamento de Engenharia de Processos, um grandioso projeto de melhoria contínua na linha de produção do Semirreboque Transporte de Pás Eólicas. O ganho de produtividade foi significativo, com a redução em 40% do tempo de produção de cada semirreboque.

Um grupo formado por cerca de dez colaboradores dos setores de Engenharia de Processos, Controle da Qualidade, Segurança do Trabalho, Logística, Manutenção Industrial e Produção, são os responsáveis pelo projeto, que foi estruturado seguindo a metodologia Gemba Kaizen, desenvolvida no Japão e muito utilizada em diversas empresas pelo mundo. Os métodos de Gemba Kaizen para melhoramento contínuo têm por finalidade desenvolver um trabalho em grupo para identificar os problemas e suas causas raízes utilizando ferramentas adequadas, propor soluções, aplicar as melhorias, padronizar os processos e acompanhar os resultados para garantir as metas estabelecidas.

Os desafios deste grupo eram muitos, como: melhorar a produtividade, reduzir desperdícios, baixar custos e melhorar o ambiente de trabalho, tudo isso em um curto prazo e com baixo investimento. “Não inventamos nada, apenas ajustamos uma metodologia já existente para os padrões da Pastre” relata Moisés Santos, um dos colaboradores responsáveis pelo projeto. “Mostramos que a melhoria contínua é necessária e que pode funcionar em qualquer departamento da empresa. Desenvolvemos algo com base nas ferramentas utilizadas em multinacionais, testamos na linha de produção do Semirreboque Transporte de Pás Eólicas e o desafio agora é expandir para os demais setores”, projeta Moisés.

Ao todo foram 38 dias de muito trabalho, com readequações de processos e layout, construção de mais de vinte dispositivos e gabaritos para chegar à um resultado satisfatório, que não poderia ser melhor. Foram registrados diversos ganhos em padronização, qualidade, segurança e produtividade. O número que mais chama atenção é a redução em 40% do tempo de produção de cada semirreboque, o que possibilita a Pastre aumentar ainda mais sua participação em um mercado onde já é líder no Brasil, o de Semirreboques para Transporte de Pás Eólicas.

Transporte de Pás Eólicas - PASTRE 1 Transporte de Pás Eólicas - PASTRE 2 Transporte de Pás Eólicas - PASTRE 3 Transporte de Pás Eólicas - PASTRE 4 Transporte de Pás Eólicas - PASTRE 5

SOBRE O SEMIRREBOQUE

Sempre atenta às novas tendências e também preocupada com a geração de energia através de fontes limpas e renováveis, a Pastre desenvolveu um semirreboque exclusivo para atender o mercado de energia eólica. Produzido com tecnologia de ponta 100% brasileira, oferece uma solução inteligente e inovadora para o transporte das gigantescas pás, que podem ultrapassar os 60 metros de comprimento.

Com grande investimento em pesquisa e desenvolvimento, a Pastre passou mais de dois anos estudando este cenário a fim de oferecer uma solução que supra as necessidades de toda cadeia produtiva, desde os fabricantes de aero geradores até os transportadores de pás. Já reconhecida no mercado como uma empresa com espírito inovador (responsável pela introdução das chapas de aço de alta resistência no Brasil, além de diversos modelos de carretas até então desconhecidos no país), a Pastre resolveu surpreender mais uma vez.

O Semirreboque Extensível dedicado para transporte de pás eólicas, é um implemento rodoviário desenvolvido exclusivamente para este tipo de transporte, também confeccionado com chapas de aço de alta resistência e muita tecnologia embarcada. Trata-se de uma carreta telescópica com 23,5 metros “fechada” e 50 metros “aberta” em sua totalidade. Possui três eixos distanciados e direcionais, dispostos de maneira ainda não utilizada no Brasil, que permitem manobras mais precisas em pátios onde anteriormente estes implementos nem entrariam.

Este é um projeto bastante ousado, mas que conta com um grande esforço e investimento por parte de engenharia, para colocar no mercado um implemento que tem tudo para ser mais um grande sucesso de vendas e satisfação dos clientes Pastre. A expectativa é de que a partir de agora, o transportador brasileiro não tenha mais que recorrer somente aos produtos importados, fortalecendo a indústria nacional e gerando riquezas e mais empregos para o Brasil. Além de poder contar com total suporte da Pastre, uma fabricante nacional que está com sua rede de representantes comerciais e casas de assistência técnica em acelerada expansão em todas as regiões do país.

Imagem de Amostra do You Tube

MINITRUCK

O motorista Aleh Baumgart de Lontras-SC, trabalha com caminhão desde os 11 anos de idade, no entanto, até hoje não conseguiu comprar seu próprio caminhão, sonho de muitos por todo o Brasil. Aleh então resolveu fazer o próprio caminhão. O Minitruck é fabricado em madeira e tem muitos acessórios, como TV e rádio PX e pode carregar até 1000 kg de carga. Segundo seu idealizador, transporta duas pessoas confortavelmente.

Imagem de Amostra do You Tube