CNH Archives - Blog PastrinhoBlog Pastrinho

Inovações para o Transporte

Blog Pastrinho


Arquivo
Tag "CNH"

blog-pastre-exame-toxicologico

A resolução do Contran (Conselho Nacional de Trânsito) que determina a exigência de exame toxicológico para obter renovação da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) das categorias C, D e E entrará em vigor no dia 1º de setembro. A regra foi publicada no ano passado e começaria a valer no começo de 2014, mas o início da validade foi adiado pelo Conselho.

O objetivo da medida é verificar o indício de substâncias psicoativas no organismo, como maconha, cocaína, crack e merla, substâncias derivadas do ópio como codeína, morfina e heroína, ecstasy, anfetamina e metanfetamina.  

Atualmente, são exigidos apenas o exame de aptidão física e mental e a avaliação psicológica.

Para que os motoristas profissionais obtenham a renovação, os exames deverão apresentar resultados negativos para um período mínimo de 90 dias retroativos à data da coleta do material. Para garantir o resultado, as análises serão feitas com cabelo, pelos ou unhas. Se não apresentar o laudo que nega a presença das substâncias, a renovação do documento não será feita pelo Detran. 

Caso o motorista esteja utilizando algum medicamento prescrito que contém alguma das substâncias na composição, deve comprovar com o receituário e a aptidão do profissional deve ser avaliada por médico credenciado pelo Departamento de Trânsito (Detran). Se for considerado temporariamente inapto, poderá fazer um novo exame 90 dias depois do primeiro e, caso o resultado seja negativo, poderá obter a renovação da carteira. 

Fonte: Agência CNT

A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados rejeitou no mês passado o projeto que tornavam obrigatórias aulas em simuladores de direção para quem deseja tirar a CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Como tramitava em caráter conclusivo, o projeto deve ser arquivado, a não ser que haja requerimento para que o Plenário reveja a decisão.

Para o diretor-geral do CFC (Centro de Formação de Condutores) Água Viva, de Joinville, Marcio Ruzanowsky, a situação ainda permanece incerta. “Não havíamos adquirido o simulador ainda principalmente pela incerteza de saber se a Resolução nº 444/13 do CONTRAN, permaneceria vigente”, disse.

A resolução do CONTRAN (Conselho Nacional de Trânsito) sobre o uso dos simuladores em todo o Brasil, embora tenha sido rejeitada, serviu para aproximar e fortalecer os laços entre os profissionais da categoria. Em Joinville, 15 CFCs se uniram e formaram a ACFCJ (Associação dos Centro de Formação de Condutores de Joinville e Região). Ainda está em fase de constituição, foi criada para debater questões e incertezas do governo sobre a categoria. “Nós queremos representar os interesses de Joinville e Região, além de nos fortalecermos um pouco mais para as lutas e conquistas”, explica Roberto de Oliveira, presidente da associação.

Quanto à decisão da votação da CCJ da Câmara, que extingue a exigência do simulador, Oliveira disse que vai aguardar a palavra final do plenário. “Nós vamos continuar aguardando, esperamos que as autoridades façam a sua parte e não nos deixem tão desamparados.”

Fonte: Ric Mais

De acordo com informações da CONTRAN (Conselho Nacional de Trânsito),há comportamentos por parte de condutores que podem gerar multas, de nível médio até gravíssimo. Infrações de trânsito são definidas conforme Artigos presentes no Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Talvez a multa com maior gravidade, entre a lista das infrações referentes aos comportamentos irregulares de condutores, seja o ato de dirigir com álcool no sague ou sob o efeito de drogas psicoativas alucinógena.

Tal fato é de nível gravíssimo, multiplicado por dez, o que implica em multa deR$ 1.915,40, além do recolhimento da CNH que fica suspensa por doze meses.Para recuperar o documento se faz preciso reiniciar processo de habilitaçãodesde o início.

Outro tipo de multa do tipo gravíssima se encontra em permitir com que pessoas sem condições físicas ou psicológicas trafeguem com veículos.Proprietários que autorizam perdem sete pontos na carteira e precisam pagar quantia de R$ 191,54. Condutores que trafegam com crianças, sem tomar medidas de segurança, têm punição semelhante, com a diferença no adicional da recolha do veículo.

Entre as infrações de condutores mais popular está o cinto de segurança. Quem não usa o instrumento de defesa corre risco de receber multa grave, que se equivale em cinco pontos na CNH, além da recolha do veículo e custo de R$ 127,69.

Regras do trânsito indicam que condutores devem estar com capacidade física e mental para trafegar com veículo de maneira regular. Quem não tem condições momentâneas não pode assumir a direção, do contrário, corre risco de recebe infração média que custa R$ 85,13 e quatro pontos no prontuário.

Atirar objetos na pista gera o mesmo tipo de infração, assim como trafegar com veículo ao usar apenas uma das mãos, celular, fones de ouvido, braços fora da janela, coisas entre as pernas de condutores ou calçado impróprio / inseguro.

Fonte: Melhor Carro

O feriadão do Dia do Trabalhador vem com a promessa de estradas cheias novamente. Assim, a partir das 14h desta quarta, a Polícia Rodoviária coloca nas ruas uma operação especial para reforçar a segurança nas rodovias estaduais – só pelo Sistema Anchieta-Imigrantes devem passar até 370 mil carros.

Na ação estadual, serão empregados diariamente 1,6 mil policiais em 700 viaturas dos cinco batalhões de Polícia Militar Rodoviária, além de policiais do Grupamento de Radiopatrulha Aérea.

A fiscalização da velocidade dos carros nas rodovias será feita por meio de 61 radares móveis inteligentes – que podem ser utilizados de dentro da viatura, mesmo em movimento -, 125 radares portáteis e 93 fixos, além de sistemas integrados de câmeras.

A Polícia Rodoviária contará com 349 bafômetros para a realização de testes de embriaguez da Operação Direção Segura, que também serão usados em ocorrências de acidentes.

A ação, que vai até a meia-noite de domingo (4 de maio), tem como objetivo evitar acidentes e garantir a fluidez do trânsito.

A PM alerta que o motorista que for flagrado dirigindo embriagado será multado em R$ 1.915,40 e poderá ter o veículo apreendido e a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) retida por 12 meses. O condutor terá ainda que responder criminalmente a uma pena de seis meses a três anos de prisão.

Casa segura / Para quem pretende viajar durante o feriado prolongado, a Polícia Militar recomenda cuidados especiais com a casa. Avisar os vizinhos de que sua família estará fora é útil e poderá evitar que sua casa seja furtada, por exemplo.

Muita gente

A Ecovias, concessionária que administra o Sistema Anchieta-Imigrantes, estima que entre 250 mil e 370 mil veículos devem descer a serra pelas rodovias do Sistema Anchieta-Imigrantes durante o feriado do Dia do Trabalhador, o 1° de Maio.

faixas estarão  abertas no sentido Litoral e três  no sentido Capital hoje à tarde.

Para o 7×3

Nessa operação, a pista Norte da Anchieta, que normalmente opera no sentido São Paulo, será invertida e usada também para descida. Na quinta-feira (1), de 0h às 3h e das 6h às 17h59, entra em vigor novamente a Operação Descida. Para facilitar o retorno à Capital, das 16h de sábado até a 1h de domingo, a Ecovias deve trabalhar com a Operação Subida 2×8.

Atuando há 15 anos no setor agrícola no Brasil, o Banco CNH Industrial Capital (Banco CNHI) inova neste mercado e lança, durante a Agrishow 2014, uma linha de crédito inédita: o Finame Agrícola destinado a caminhões da marca Iveco, com pagamentos semestrais, isto é, totalmente voltado às características sazonais do produtor rural.

A nova linha de financiamento, criada em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) difere do Pro Caminhoneiro na forma de pagamento e no número de veículos a serem financiados. O Finame Agrícola para Caminhões do Banco CNHI permite a aquisição de até três caminhões Iveco, voltados ao agronegócio, por CPF. Os juros são de 6% ao ano e seguem as condições do Programa de Sustentação do Investimento (PSI). Para o diretor comercial da Iveco, Alcides Cavalcanti, essa modalidade que estreia em Ribeirão Preto, durante a Agrishow, é uma ferramenta muito importante para o produtor incrementar sua logística por meio do acesso a veículos extremamente eficientes, produtivos e com baixos custos de manutenção e de serviços.“O agronegócio é responsável por um grande número de vendas de caminhões ao longo do ano, em todos os segmentos, desde os comerciais leves aos extrapesados, utilizados para o escoamento da safra. Com a nova modalidade oferecida pelo Banco CNHI, iremos oferecer uma solução sob medida para o produtor rural, tornando a aquisição de um veículo Iveco ainda mais vantajosa”, avalia ele.
“Essa modalidade de financiamento, com pagamentos semestrais, se encaixa perfeitamente no fluxo de caixa dos produtores rurais“, explica o Diretor Comercial do Banco CNHI para o Segmento Transportes, Jucivaldo Feitosa.
O Banco CNHI pertence ao grupo CNH Industrial Capital, braço financeiro da CNH Industrial, empresa global de bens de capital para os segmentos: agrícola, construção, transportes, motores e geração de energia. Atuando há 40 anos em todo o mundo e há 15 anos no Brasil, tornou-se um dos maiores repassadores do Finame Agrícola do país e hoje tem presença em aproximadamente 160 concessionários, distribuídos em mais de 470 pontos de venda (Iveco são 110) pontos de vendas das cinco marcas que financia, 300 funcionários e escritórios em Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Recife (PE), Brasília (DF), Sorocaba (SP), São Paulo (SP), Cuiabá (MT) e Garín (Argentina).
Com a incorporação da marca Iveco à sua carteira de operações de crédito de caminhões e veículos, a projeção de crescimento do Banco CNHI para 2014 é de aproximadamente 20%.
Fonte: SEGS

Tem início nesta quinta-feira a Operação Semana Santa / Tiradentes nas rodovias estaduais. Os mais de 22 km de estradas paulistas receberão neste período o reforço de 1.600 policiais. A ação, que vai até a meia-noite de segunda-feira, tem como objetivo evitar acidentes e garantir fluidez no trânsito.

De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP), a fiscalização da velocidade dos carros nas rodovias será feita por meio de 61 radares móveis inteligentes – que podem ser utilizados de dentro da viatura, mesmo em movimento -, 125 radares portáteis e 93 fixos, além de sistemas integrados de câmeras.

A Polícia Rodoviária contará ainda com 349 bafômetros para a realização de testes de embriaguez da Operação Direção Segura, que também serão usados em ocorrências de acidentes.

A PM alerta que o motorista que for flagrado dirigindo embriagado será multado em R$ 1.915,40 e poderá ter o veículo apreendido e a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) retida por 12 meses. O condutor terá ainda que responder criminalmente a uma pena de seis meses a três anos de prisão.

A operação contará também com a participação da Secretaria de Logística e Transportes e da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (ARTESP), do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), empresa Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa) e das concessionárias de rodovias.

Fonte: A Tribuna On-line