feriado Archives - Blog PastrinhoBlog Pastrinho

Inovações para o Transporte

Blog Pastrinho


Arquivo
Tag "feriado"

É o que informa a Autopista Régis Bittencourt, que administra o trecho da BR-116 entre São Paulo e Curitiba. De acordo com a concessionária essas medidas visam garantir a trafegabilidade na Rodovia, visto que há previsão de alto fluxo de veículos nesses dias. Confira abaixo os dias com restrição:

Alertamos que as restrições acima entram em contradição com as restrições fixadas pelo Anexo I da PORTARIA Nº 12, DE 26 DE MARÇO DE 2015 da PRF, que dispõe sobre a restrição do trânsito de Combinações de Veículos de Carga e demais veículos portadores de AET em rodovias federais nos feriados do ano de 2015, conforme abaixo:

anexoI_prf2015

Fonte: http://www.guiadotrc.com.br/

O trânsito nas rodovias federais do Norte de Santa Catarina é intenso no fim desta segunda-feira (21). O grande número de veículos é provocado pela volta dos motoristas dos diversos balneários da região. Na BR-280, há fila de 15 quilômetros do bairro Porto Grande, em Araquari, ao Miranda, em São Francisco do Sul.

Segundo a Autopista Litoral Sul, concessionária da BR-101 e BR-376, há lentidão na pista Norte (sentido Curitiba) da BR-101, do km 126 ao km 112, na região de Itajaí, do km 10 ao km 1, na região de Garuva, e do km 150 ao km 145, entre as regiões de Itapema e Camboriú, devido ao tráfego intenso. Na pista Sul (sentido Palhoça), o fluxo de veículos segue sem retenção.

Na pista Norte (sentido Curitiba) da BR-376 há lentidão do km 655 ao km 645, na região de Tijucas do Sul, no Paraná, também devido ao tráfego intenso. Na pista Sul (sentido Palhoça), o fluxo de veículos segue sem retenção.

Fonte: Ric Mais

As estradas e rodovias do Estado estarão mais movimentadas a partir de hoje, isso porque, amanhã, inicia o feriado prolongado da Semana Santa. Com isso, os motoristas precisam redobrar a atenção para que os números de acidentes sejam felizmente menores que do ano anterior. Em 2013 ocorreram 80 acidentes nas estradas goianas, destes houve 44 feridos e sete mortes, de acordo com dados da Policia Rodoviária Federal de Goiás (PRF- GO).

A PRF alerta que cerca de 72% dos acidentes ocorreram nas BRs 153 e 060, outro dado relevante é que dos acidentes que provocaram as sete mortes, cinco ocorreram durante o período noturno. No ano passado foram realizados 876 testes de etilômetro, 35 motoristas autuados por embriaguez ao volante e 11 condutores foram presos, cerca de  55% dos acidentes foram saídas de pistas; e foram flagrados 160 inabilitados. Além disso, 616 pessoas foram pegas viajando sem usar o cinto de segurança.

Estradas de Goiás

Diretor de Manutenção e Operação, da Agência Goiana de Transporte e Obras (Agetop), Francisco Humberto Moreira ressalta que no geral as rodovias goianas estão em bom ou ótimo estado de conservação para a tranquilidade de quem vai viajar. “Há três anos seis mil quilômetros de rodovias goianas estava em um estado deplorável, no entanto, hoje, somente cerca de 1,5 mil quilômetros ainda não possuem asfalto, 3.600 deles foram recuperados e ainda há obras em andamento para melhorar muito mais”, ressalta o diretor.

Ele cita os trechos que já estão em bom estado em Goiás. “Rodovias que levam as cidades de Luiz Alves, Aruanã, Pirenópolis, Alto Paraíso, Caldas Novas, Três Ranchos. Estas rodovias estão em perfeito estado de conservação”, diz. Apesar das obras o diretor da DMO, cita que por conta das chuvas as obras que realimentavam as estradas que levam à cidade de Serra da Mesa, chegando a Minaçu, na GO241 é atualmente a pior rodovia para transitar no Estado, além desta a GO-010 que leva a Brasília também está em obras.

Humberto lembra que é preciso ter cautela no trânsito, seja dentro das cidades ou nas estradas que cortam Goiás. “Desejo um bom feriado aos goianienses, dirijam com muita atenção e cuidado, não percam a paciência na direção do veículo”, relembra.

 A coordenadora de eventos Camilla Shukri, 19, viajou para Búzios RJ, uma viagem que renderá  aproximadamente 19 horas nas estradas até o destino final, serão mais de 1.470km só na ida. A jovem vai acompanha do namorado e outros quatro amigos, que se revessarão na direção do veículo para evitar o cansaço. “Mesmo trocando os motoristas nós faremos uma parada para dormir em Belo Horizonte. É uma viagem cansativa, mas com certeza irá valer a pena. Será a primeira vez que vou à praia, minha ansiedade está grande para chegar logo no nosso destino”, diz.

 O grupo de amigos saiu ontem à noite de Goiânia e fez o trajeto para Búzios saindo por Brasília, por uma questão de segurança. “As estradas por esse percurso estão melhores e são mais seguras. Estava com medo que chovesse, mas acho que a cautela e atenção dos motoristas é o principal para dar tudo certo”, lembra Camilla.

Fonte: DM.com

Semana Santa e Tiradentes. O feriadão está chegando e, com ele, as tão programadas viagens. Porém, não basta apenas organizar o roteiro e as despesas. Para quem vai transitar pelas estradas, uma preocupação a mais: é importante deixar o veículo em ordem.

Alguns cuidados deverão ser tomados para evitar acidentes e inconvenientes durante o passeio.  Por conta do recesso, o número de veículos que transitam pelas principais rodovias aumenta. De acordo com estimativas da concessionária Via Bahia, uma média de 44 mil carros, por dia, devem trafegar na BR-324, durante os cinco dias de feriadão. Já na Estrada do Coco, BA-099, a média é de 28 mil diários.

Quanto aos acidentes, segundo dados do Batalhão de Polícia Rodoviária, durante o mesmo período do ano passado, foram registrados 40  nas estradas baianas, sendo 12 deles com mortes, 19 com ferimentos graves. Porém, essas tragédias poderiam, em grande parte, ter sido evitada se houvesse uma atenção maior por parte dos motoristas, aliada a uma revisão adequada.

Para o coordenador do setor de Perícias do Detran, Domingos Lemos, as medidas de prevenção  com o veículo deve acontecer 48 horas antes da viagem. “É importante que o proprietário do automóvel mantenha regularizado os documentos dos veículos e faça uma manutenção nas partes mecânica e elétrica, principalmente nos freios, nas centrais de direção, e todos os itens de segurança. Ter um carro quebrado numa estrada  causa pequenos transtornos, como atrasos na viagem, assim como também acidentes”, avaliou. Para lemos, além de tudo isso é imprescindível estar atento todo tempo e ter atenção redobrada nas rodovias com curvas mais acentuadas.

Segundo Joel Reis, proprietário de uma oficina mecânica, é muito importante fazer uma avaliação no veículo com antecedência da viagem no caso de houver necessidade de substituição de algumas peças. Para ele, mesmo para quem segue a rotina de manutenção de fábrica tem que fazer uma avaliação preventiva do veículo e se atentar para os seguintes itens: pneus, alinhamento, balanceamento, nível dos fluidos e checar os filtros e sistema elétrico. Faróis, lanternas e piscas, além de ignição, molas, amortecedores, rolamento e pastilhas de freio devem ser observados. Para Reis, durante o período de feriados a procura de peças por donos de veículos aumenta em torno de 20%, mas deveria ser maior. “As pessoas se preocupam muito mais com o roteiro e despesas do que com a própria segurança. Porém, para quem não quer gastar muito é fundamental antes de viajar observar os itens básicos como o calibre, pneus, faróis,  nível de água do radiador e o óleo do motor.”, destacou.

A policial rodoviária federal, Adriana Brito, orienta que durante a realização de  blitz também são avaliados alguns itens de conservação de veículos. “A depender a situação, o veículo pode até ser apreendido. Durante a inspeção são olhados os itens como: se a placa está legível, se os pneus estão carecas, para-brisa quebrado e a iluminação. A manutenção do veículo de fato deve ser observada”, disse.

Fonte: Tribuna da Bahia

Com o objetivo de facilitar o tráfego de veículos de passeio e evitar acidentes nas rodovias estaduais goianas durante o feriado prolongado da Semana Santa, a Agência Goiana de Transporte e Obras (Agetop) vai restringir a circulação de veículos pesados em onze trechos. A medida será adotada em rodovias que dão acesso aos principais destinos turísticos do Estado.

De acordo com a Agetop, na sexta-feira (18/4), das 7h às 20h, e na segunda-feira (21/4), feriado de Tiradentes, não poderão trafegar veículos do tipo Bi-trem 7 eixos, Romeu e Julieta, Rodo-trem, Tri-trem, Treminhão, Bi-trem 9 eixos, Cegonheira, Linha de Eixos, e veículos que exigem escolta. A decisão não se aplica a veículos com produtos perecíveis, como leite e seus derivados, frigoríficos e de frutas e verduras.

A ideia da restrição é evitar congestionamentos e acidentes, já que durante o feriado aumento o fluxo de veículos de passeios nas estradas. Segundo a Agetop, o  condutor que desrespeitar a determinação comete infração média, que prevê a aplicação de multa.

A determinação propõe garantir segurança aos usuários quando ocorre significativo aumento do fluxo de veículos de passeio e ônibus durante feriados prolongados, nas rodovias goianas. Com isso os congestionamentos podem ser evitados, os riscos de acidentes minimizados e a fluidez no trânsito aumentada. O condutor que desrespeitar a determinação comete infração média, que prevê a aplicação de multa.

Trechos com restrição:

GO-020 – Goiânia / Bela Vista / Pires do Rio

GO-217 – BR-153 / Piracanjuba / Caldas Novas

GO-139 – Caldas Novas / Corumbaíba / Divisa Goiás- Minas Gerais

GO-139 – Entroncamento GO-020 / Cristianópolis / Entrocamento GO-217

GO-330 – Pires do Rio / Catalão / Três Ranchos

GO-431 – BR-153 / Pirenópolis

GO-338 – Entroncamento BR-060 / Abadiânia / Planalmira / Pirenópolis

GO-225 – Entroncamento BR-414 / Corumbá / Pirenópolis

GO-070 – Inhumas / Itaberaí / Cidade de Goiás

GO-010 – Luziânia/ Vianópolis

GO-139 – Vianópolis/ Entroncamento GO-217 /Piracanjuba

 

Fonte: Portal Rádio Rio Vermelho